Segurança X Acidentes

Se os esforços de segurança passiva, empreendidos por toda a indústria
automóvel permitiram alcançar melhorias extremamente significativas em termos
de redução do número de mortos nas estradas, os recentes avanços
tecnológicos, complementando as políticas públicas, anunciaram uma nova e
muito promissora área de progresso, o que significa que não se trata mais de
limitar as consequências de um acidente, mas sim de reduzir sua gravidade, ou
mesmo evitá-las por completo. Esses ADAS estão tomando medidas
corretivas em nome do motorista e em seu lugar. Estes sistemas, sendo o mais
típico hoje a Frenagem Automática de Emergência (AEB), serão capazes de lidar
com uma das causas reconhecidas de acidentes, ou seja, o erro do motorista
por desatenção.
Concessionária renault itajai
A Renault não pretende ser pioneira neste campo de
desenvolvimento, que, devido ao custo destes sistemas, apresenta-se
principalmente no mercado topo de gama. No entanto, o Grupo quer torná-los
acessíveis a um público mais amplo, trabalhando para integrá-los em nossos
veículos.
Outros ADAS, no entanto, estão agora bem enraizados na linhagem da Renault
(a Renault foi uma das pioneiras do limitador de velocidade na Europa). Estes
incluem o aviso de excesso de velocidade, combinado com o limitador de
velocidade, head-up display de informações de condução, comutação
automática de faróis altos/baixos, aviso de saída de faixa, aviso de ponto cego e
alerta de distância segura.